img6

    HIDRATAÇÃO PARA A SAÚDE MUSCULAR

    • 0

    Certamente você já ouviu a frase de que nosso corpo é composto majoritariamente por água. Cerca de 76% da massa muscular consiste em H2O, sendo que o processo de envelhecimento, por uma série de fatores, gera uma determinada desidratação desse conteúdo aquoso intracelular dos miócitos. O meio aquoso das células é onde ocorrem todas as reações bioquímicas, sendo essencial para o funcionamento de enzimas.
    Um fato interessante é que para cada grama de glicogênio estocado, acompanhado de 2,7 gramas de água, as enzimas hidrolíticas facilmente podem atuar para resultar em glicose e fornecer energia para os músculos. O envelhecimento vem acompanhado de diversas mudanças no sistema nervoso, e uma delas é a menor percepção de sede, o que reduz a ingestão hídrica. Fazendo um combo com isso, a hiperglicemia e o uso excessivo de medicamentos também aumenta a perda de água, gerando o chamado estresse hiperosmótico. A desidratação da célula a partir desses fatores auxiliam a chamada “resistência anabólica” devido ao desenvolvimento de uma resistência à insulina e inibição de mTOR. O “ressecamento” da célula também diminui a capacidade de contração das fibras musculares, além de piorar a lubrificação das articulações.
    O estresse hiperosmótico ainda é capaz de agravar o quadro da perda de massa muscular, isso por estar associado ao aumento da produção de radicais livres, capazes de alterar estrutura e função de células musculares, e também por auxiliar o desenvolvimento de inflamação. Estudos encontraram maior secreção de citocinas pró inflamatórias e de cortisol em indivíduos desidratados, o que pode predispor doenças cardiovasculares, renais e resistência à insulina.
    Devemos tratar a desidratação como um fator que predispõe a perda de massa muscular e fraqueza, sendo associado à riscos de quedas e fraturas na população idosa. O consumo de água adequado está associado com melhora do tamanho, funcionalidade e saúde muscular, melhora do estresse oxidativo, prevenção de doenças cardiovasculares, renais e ainda reduzir o risco de quedas e fraturas em idosos. #hidratacao

    AUTHOR

    hnadmin

    All stories by: hnadmin

    Enviar comentário

    Seu e-mail não será publicado.