Publicaçoes

    image9

    Análise científica do comportamento alimentar durante a quarentena da COVID19

    O USO DE FONTES DA INTERNET PARA INFORMAÇÕES NUTRICIONAIS ESTÁ RELACIONADO À PERCEPÇÃO DE PESO E ALIMENTAÇÃO DESORDENADA EM JOVENS ADOLESCENTES. A internet tem sido uma ferramenta ótima em vários aspectos, mas infelizmente não em todos. O uso da Internet entre crianças e adolescentes aumentou muito nos últimos anos, eles têm usado a ferramenta para…

    read more
    image7

    EXERCÍCIOS FÍSICOS E A SÍNDROME DOS OVÁRIOS POLICÍSTICOS (SOP)

    A SOP é um distúrbio endócrino que provoca alteração dos níveis hormonais, levando à formação de cistos nos ovários. É a endocrinopatia mais comum entre as mulheres na idade reprodutiva e reconhecida como principal causa de infertilidade anovulatória. É uma doença caracterizada pela menstruação irregular, alta produção do hormônio masculino (testosterona) e considerada ainda como…

    read more
    image6

    OMEGA 3 & DHGNA

    A doença hepática gordurosa não alcoólica (DHGNA) é um conjunto de doenças hepáticas crônicas que variam de esteatose hepática benigna a esteatohepatite não alcoólica (NASH), cirrose e carcinoma hepatocelular (CHC). Os quatro principais fatores de risco para DHGNA são obesidade, dislipidemia, diabetes tipo 2 (DM2) e síndrome metabólica. Devido à sua forte associação com a…

    read more
    image4

    GANHO DE PESO X SONO

    Diversos estudos científicos mostram que existe uma relação direta da privação do sono (insônia) com o aumento de peso e a obesidade. A privação do sono, reduz os níveis de leptina (hormônio da saciedade), aumenta os níveis de grelina (hormônio da fome), além de gerar cansaço e também aumentar as oportunidades para buscar alimentos. Estes…

    read more
    sindemia-global

    SINDEMIA GLOBAL

    Você já ouviu falar em Sindomia Global? Uma sindemia é uma sinergia de pandemias que coexistem no tempo e no espaço, interagem entre si e compartilham fatores sociais fundamentais comuns. Obesidade, desnutrição e mudanças climáticas são o principal desafio para as pessoas, o ambiente e o planeta. Essas três pandemias representam, em conjunto, a Sindemia…

    read more
    agrotoxicos

    AGROTÓXICOS

    Você sabia !? Em 2011, a Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida divulgou que cada brasileiro consumia cerca 5,2 litros de agrotóxico por ano. Quatro anos depois uma nova pesquisa da ONG, junto agora da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), mostrou que o brasileiro estava bebendo ainda mais agrotóxico. O resultado foi…

    read more
    quercetina

    QUERCETINA

    A Quercetina é um fotoquímico encontrado em alguns alimentos como cebola, alho, maçã e frutas vermelhas. Tem ganhado destaque na literatura pelo seu potente efeito antioxidante. O consumo de alimentos ricos e a suplementação desse composto bioativo pode ser uma interessante estratégia para reduzir o risco de doenças como câncer, doenças neurológicas e distúrbios hormonais,…

    read more
    imunidade-nutrição

    IMUNIDADE E NUTRIÇÃO

    Nosso sistema imune depende de diversos fatores, dentre eles a alimentação. A nutrição pode fortalecer a imunidade, o que de fato é muito importante no contexto no qual estamos vivendo, mas lembrando que isso não nos impede de nos contagiar com o vírus e sim determina nossa recuperação. É importante frisar que a construção de…

    read more
    macro-nutrientes

    MACRO NUTRIENTES

    Muitas pessoas adotam a dieta de macro nutrientes, ou seja, baixam um aplicativo que conta calorias, carboidratos, proteínas e lipídios estimados para sua necessidade, baseada em peso, altura e fator atividade cadastrados. Além de falharem já no cálculo estimativo de tal necessidade diária, não contemplam a importância de selecionar os melhores alimentos, possibilitando-as a escolherem…

    read more
    treino-força

    QUAL O MELHOR HORÁRIO PARA REALIZAR O TREINAMENTO DE FORÇA?

    Essa é uma pergunta recorrente na prática de diversos profissionais do exercício físico, o aluno/atleta pergunta para o treinador! O que a maioria responderia, meio sem jeito, seria “depende”… Bem, essa pergunta foi feita e respondida por Jozo Grgic et al, em 2019 1em uma revisão sistemática com metanálise publicada no Jornal Internacional de Cronobiologia.…

    read more